2020-10-07Comunicados à Imprensa

Robôs semeadores de última geração: O Fendt Xaver atinge a maioridade

A AGCO/Fendt está desenvolvendo a próxima geração de robôs de campo como parte de um projeto de pesquisa estratégica. A nova série de robôs semeadores Xaver difere dos dois últimos estudos, mais do que apenas na aparência. O funcionamento interno e as “unidades de sementes” também são completamente novas.

2020-10-07Comunicados à Imprensa

Robôs semeadores de última geração: O Fendt Xaver atinge a maioridade

A AGCO/Fendt está desenvolvendo a próxima geração de robôs de campo como parte de um projeto de pesquisa estratégica. A nova série de robôs semeadores Xaver difere dos dois últimos estudos, mais do que apenas na aparência. O funcionamento interno e as “unidades de sementes” também são completamente novas.

Automação e autonomia são temas importantes quando se trata de tecnologia agrícola sustentável. Assim, o departamento de Pesquisa e Engenharia Avançada do fabricante de engenharia agrícola, AGCO/Fendt, tem trabalhado em tópicos estratégicos para o futuro, como tecnologia de frota e robótica desde 2017. Além disso, os benefícios ecológicos, como baixa pressão no solo e consumo de energia, zero de poluição sonora, vazamentos ou emissões, estão desempenhando um papel cada vez mais importante em uma agricultura moderna. O extenuante trabalho manual que ainda demanda muito dos trabalhadores do campo, será automatizado no futuro. Isto elimina o fardo do trabalho monótono e abre caminho para uma produção de alimentos de forma mais sustentável.

Após extensos testes de campo, o projeto de pesquisa estratégica do Fendt Xaver observou todo o sistema robótico posteriormente desenvolvido – incluindo aspectos de agricultura inteligente. Esses novos robôs não só se diferenciam na aparência dos dois modelos anteriores, mas, após extensos testes de campo, todo o sistema foi aprimorado – inclusive no campo da agricultura inteligente.

Agronomia nos detalhes

A última geração do Fendt Xaver vem com uma solução integrada desenvolvida pelo AGCO Group, uma unidade de sementes da Precision Planting

“Por meio do Plantio de Precisão, pudemos aproveitar o conhecimento específico em agronomia e tecnologia comprovada do AGCO Group para produzir nossos robôs semeadores”, disse o Dr. Benno Pichlmaier, Diretor Global de Tecnologia e Inovação. “Pudemos adaptar os módulos da primeira geração do Xaver e combiná-los com a nova unidade de sementes. Conceitos comprovados foram combinados com o design inovador de robótica, o que levou a um novo sistema integrado.”

A solução vSet® distribui rapidamente as sementes com a maior precisão. Com a ajuda de um sistema de controle acionado eletricamente, os grãos individuais são depositados com precisão de centímetros em uma distância predefinida na linha de plantio. Os grãos são lançados no sulco por um fixador flexível. Estamos ansiosos para instalar o Smart Firmer® do Plantio de Precisão no futuro – com sensores que medem a umidade, temperatura, o adubo e resíduos de plantas do solo. Isto adequa a profundidade e força da semente de acordo com as condições locais.

Graças ao novo conceito com três rodas, a última roda não só move o robô, mas também atua como uma roda reguladora. Ao passar, ele compacta o solo suavemente ao lado e acima da semente, fechando o solo ao redor dos grãos de semente para garantir a umidade necessária para o início da germinação.

Integrando tecnologias inteligentes

A última geração do robô de campo também está equipada com o sistema de orientação de via VarioGuide, que controla o robô com precisão de centímetros. O Fendt Xaver também está integrado na plataforma FendtONE e pode ser gerenciado em conjunto com o restante da frota de máquinas.

Isto permite uma troca perfeita de dados de campo, incluindo vias previstas, entre o trator e o robô, bem como entre o robô e o banco de dados, facilitando o trabalho de criação de ordens de serviço.

“Os pilares de nosso sistema de frota são a escalabilidade em termos de custos de investimento e impacto, minimizando os riscos de falha da redundância do robô e integrando autonomia e agricultura de precisão. Depois de arar com o Xavier, ele “mapeia” todos os cultivos úteis no campo, e isso pode ser usado por todo o nosso trabalho de acompanhamento, como proteção de plantas, controle mecânico de ervas daninhas e fertilização. Independentemente de ser feito por robôs ou tratores ", diz o Dr. Benno Pichlmaier. "O pré-requisito para a tecnologia de frota é uma cobertura de rede confiável para comunicação. Daqui para frente, usaremos a implementação iminente da estratégia digital com uma expansão da rede 5G na Alemanha e no mundo. Os robôs contarão com as funções futuras do Farming 4.0, mesmo com volumes de dados maiores e mais dinâmicos. "

Os robôs de semeadura usam o Fendt Xaver Cloud para receber comandos e devolver seus relatórios de status. O sistema é baseado na rede e gerenciado de forma independente no aplicativo Xaver. Isto significa que o agricultor ou prestador de serviço pode acessar toda a frota ou robôs individuais no campo através de um tablet ou do PC do escritório. O próprio aplicativo também pode ser aberto no portal FendtONE. Sem a necessidade de logins de usuário adicionais. O design e a interface do usuário do aplicativo Xaver atendem aos padrões FendtONE, por isso ele é intuitivo até mesmo para os usuários iniciantes.

Mais potência, mas continua compacto

A primeira coisa que se evidencia na última geração do Fendt Xaver é a mudança de design de quatro para três rodas.

As rodas maiores oferecem maior contato com o solo, maior distância do solo e orientação de profundidade mais precisa. A nova geração pode realmente exercer sua força nas elevações. Com apenas dois metros, o novo Fendt Xaver quase não precisa de espaço para fazer curva, a direção traseira e o sistema AWD permitem que ele possa executar o processo de forma energicamente eficiente, mesmo em terrenos macios.

Além de ser mais silencioso, o peso adicional nas rodas dianteiras também significa uma maior pressão de relha para a semeadura em solos argilosos. Totalmente lastrado, o robô atinge um peso total máximo de 250 kg. Descarregado, seria menos do que 150 kg.

A capacidade do tanque de sementes foi ampliada para 20 litros, o suficiente para cerca de 0,5 ha a 90.000 grãos/ha.

A capacidade da bateria de íon de lítio foi aumentada para 2,6 kWh. Um Fendt Xaver pode funcionar por cerca de 1,5 horas antes de precisar retornar à estação base para carregar.

Uma frota de seis unidades de robôs atinge uma cobertura de área de cerca de 3 ha/h, incluindo o tempo de carregamento de cerca de 2 ha/h. O sistema permite o uso autônomo 24 horas por dia.

O objetivo da abordagem robótica é fornecer uma alternativa inteligente, de baixo impacto e poderosa, para a tendência contínua de máquinas grandes cada vez mais pesadas. Máquinas pesadas causam danos, especialmente a solos mais macios ou úmidos, o que causa perda de rendimento e encurta os dias de trabalho no campo.

Os consumidores esperam alimentos sustentáveis, produzidos organicamente, com menos ou nenhum uso de pesticidas. Atualmente, isto só é possível com muito trabalho manual humano. Agora os robôs podem assumir essas tarefas monótonas e fisicamente exaustivas. A base para isso, independentemente do tipo específico de fruta, é a semeadura de precisão. Isto torna o trabalho de acompanhamento, como a capina, muito mais fácil e permite que os agricultores monitorem e mantenham a qualidade.

Soluções inteligentes para sustentabilidade

“Os custos de energia e, com isso, o impacto de CO2 são significativamente menores em comparação com a tecnologia convencional, quando você usa um Xaver. Isto ocorre devido ao impacto insignificante da pressão no campo causado pelo baixo peso e a ausência de recursos consumidores de energia, como ar-condicionado e direção hidráulica, já que não há condutor sentado na máquina. Por último, mas não menos importante, o acionamento elétrico direto, simples e eficiente, ajuda neste sentido", diz o Dr. Benno Pichlmaier.

Além dos aspectos energéticos, os elementos ecológicos também desempenham um papel importante. Os robôs semeadores não apresentam emissão de poluentes do ar ou de ruídos, nem podem ter vazamento de óleo. A pressão sobre o solo é até 80% menor do que a de sistemas de máquinas convencionais.

Os custos com salário e energia significativamente mais baixos aumentam ainda mais a sustentabilidade econômica do sistema de frota Xaver.

Em resumo:

A nova geração do Fendt Xaver combina as vantagens dos robôs compactos de frota com o desempenho da unidade de sementes do Plantio de Precisão e a plataforma digital FendtONE integrada.